domingo, 27 de junho de 2010

0 comentários



LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de. A Inclusão escolar de Alunos Surdos no Ensino Infantil e Fundamental.

           
Partindo de uma análise crítica em relação ao texto utilizado, torna-se impossível não admitir que a educação ainda precisa de um entendimento maior relacionado à comunidade surda, para que consiga alcançar uma inclusão que integre este sujeito.
            Mas o que fazer para que estas práticas integrem este aluno? A pesquisa utilizada pelos autores aponta algumas setas para o caminho, que podem servir para indicar ou descartar alguns métodos utilizados.
            Os autores indicam através do texto que é necessário expor o surdo precocemente à língua de sinais e posteriormente a língua portuguesa, identidade primeira dos alunos ouvinte, comunidade onde o surdo será inserido.
            Partindo deste princípio é impossível não elencar a necessidade de um acompanhamento familiar, onde se consiga trabalhar a aceitação deste sujeito, de suas habilidades e suas limitações. Principalmente buscando fazer com que os familiares integrem o surdo em suas rotinas diárias, não o deixando de lado como visitante ou incapaz.

sábado, 26 de junho de 2010

Plano de aula

0 comentários



PLANO DE AULA
EDUCAÇÃO FISICA


Dados de Identificação:

Escola: Educação de Jovens e Adultos
Professor(a): Dione Gauto e Roseli Bek
Turma:       Série: 4ª  

Objetivo Geral: Favorecer a integração e a construção do conhecimento através do lúdico, utilizando-se do corpo em movimento, e tendo os jogos cooperativos como elemento chave para traçar indicadores que revelem o perfil da turma, bem como suas habilidades específicas, que poderão indicar alunos portadores de altas habilidades. 


Objetivos específicos:
ü      Trabalhar a psicomotricidade envolvendo cérebro e músculos, permitindo a evolução no plano do pensamento e motricidade;
ü      Pontuar ritmo, lateralidade, equilíbrio e unidade, observando a inteligência corporal-cinestésica;
ü      Realizar atividades que envolvam rapidez escuta, seqüência e raciocínio estabelecendo o conhecimento de seu próprio corpo e do que ele permite.


quinta-feira, 17 de junho de 2010

PDM 31 - Amigas e amigos

0 comentários
video

Um gol pela educação.

0 comentários


Estamos em ritmo de copa,
O verde e o amarelo decoram nossas portas,
Invadem nossas casas,
Transformam nossas escolas,
Vislumbram nossas ruas,
Estampam-se em nossas lojas.

Estamos em ritmo de copa,
Quem antes não se cumprimentava,
Ou possuía uma divergência por torcer
Por um time diferente, agora de repente,
Consegue pensar, raciocinar,
Ou isto acontece simplesmente por igualar
Seus gostos e atitudes, seus gestos e
Manifestos a favor de um mesmo ideal?
Jogar, participar ou um desejo apenas: Ganhar!

Estamos em ritmo de copa,
E todos esperam ansiosamente pelo gol,
Um dois, três, quatro...
Se o time for bom chega aos cinco,
Mas se não for tão bom como fica,
De nossos corações será descartado?
Em nossas falas não será lembrado?
Nosso prazer será modificado?

Um gol pela educação é o que conclamo,
Talvez mudar as regras, mas não a concentração.
Talvez mudar a fala, e às vezes ficar de escanteio,
De lado, de frente, de costas,
Passando a bola do raciocínio,
Diversificando os chutes utilizando mais a práxis,
Investigando maneiras de encobrir o goleiro,
Permitindo que mais e mais, os gols marcados
Sejam sim festejados e reutilizados.

Um gol pela educação, que ultrapasse fronteiras,
De concepções que desagradam, ferem e destroem.
Um gol onde muitos vibrem,
Bem melhor que um vibrar solitário.
Um gol que produz no docente um saber consciente,
De que nenhuma resposta vem pronta,
E de que é necessário duvidar quando assim acontece,
E ter a consciência de que neste gol partilhado,
Não roubado, não traído,
Muitos e muitos terão participado,
Autores, autoras a quem respeitamos e estudamos,
Mas que nos permitem voar mais do que sonhamos,
Para então se apropriar do pensamento que formamos.

Dione Gauto.







Educação x Afetividade

0 comentários


Disciplina: Educação e Saúde
Projeto de educação e Saúde
Profª. Nara Borges
PROJETO DE EDUCAÇÃO E SAÚDE


Turmas envolvidas: 1ª a 4ª série – Eja – Educação de Jovens e Adultos
Período de duração: Agosto a dezembro/2010

Título do Projeto: “Afetividade nas Relações Sociais”

Avaliação classificatória x Avaliação Mediadora

0 comentários

O texto de Jussara Hoffmann “Avaliar para promover”, fala de maneira clara sobre os rumos que a educação precisa tomar diante das setas que indicam este caminho.

Caminhar nas trilhas de uma educação saudável implica antes de tudo no despir-se de convenções até então utilizadas de forma natural, sem generalizar, porém pela maioria das pessoas que se dizem envolvidas por ela.

Através deste texto a autora traz duas linhas distantes e ao mesmo tempo próximas. De um lado a avaliação classificatória que tem um caráter seletivo, que coloca o erro como propulsor de ação, que onde a verdade é quase sempre absoluta e o sujeito é convidado a repetir muitas vezes o conteúdo para recuperar. A ilusão, frustração e evasão são muitas vezes frutos desta avaliação, que tem como partícipes deste fracasso uma gestão desmotivada que não abandona a dicotomia “Educação – avaliação”.

Do outro lado a autora aponta a avaliação mediadora, onde os ranços são deixados de lado e assumidos os compromissos de uma educação com ações paralelas, onde o individuo é acompanhado através de momentos planejados e desafiadores.

O caráter desta avaliação não é seletivo, mas visa o benefício do educando, com a intenção de promover, onde o professor é investigador, esclarecedor e organizador de experiências significativas de aprendizagem.

Dione Gauto


Referências bibliográficas:

HOFFMANN, Jussara. Avaliar para promover. As setas do caminho. Porto Alegre: Mediação, 2001.

Avaliação

0 comentários
video

Vídeo enviado pela profª Jussara Fernandez e utilizado na disciplina de Didática, planejamento e avaliação. Indica e esclarece pontos necessários para o alcance de uma prática que promove através de uma avaliação que investiga, esclarece e ajusta novas propostas pedagógica.

About me

Minha foto
Sou estudante de pedagogia, casada, cursando o terceiro semestre, apaixonada pela educação e aprendiz permanente. Acredito que o ser humano está constantemente em construção através de suas relações e suas realizações.